quarta-feira, 7 de abril de 2010

Amorc


by Silger

Palavras. Dizeres que podem soar de diversas maneiras.
O que dói mais? Ser mal compreendido ou ser compreendido e não ser levado a sério?
Palavras machucam.

Mas palavras tambem curam machucados.
Um simples "eu te amo" pode fazer brotar um sorriso em qualquer pantano.

"Eu te amo". Acho engraçada essa frase.
"Você é meu melhor amigo, eu te amo"
"Mãe, eu te amo"
"Você não percebe que só tenho ciumes porque eu te amo?"
"Moça, obrigado por tudo, eu te amo"

Podem parecer lindas mas, e quando elas são ditas de um forma quando na verdade querem dizer outra?

Palavras saem, as vezes, como pregos enferrujados, cortando por onde passa.
Palavras saem, as vezes, como uma brisa fria, levando o arrepio consigo.
Palavras não saem, as vezes, por medo de como as coisas podem mudar.
Palavras não saem, as vezes, porque eu tenho medo de te amar.

5 comentários:

jéssica disse...

Adorei Silas .. de verdade ♥

Mariana Lopes disse...

p*rra, daí que eu tava com saudades de ler seu blog.. achei que tinha dado um fim nele, já que eu nunca achava.. e sempre que eu entrava no sil.ger blog eu me deparava com o google me informando que "essa página não está disponível ou não existe mais". Siim, já ia te esculachar, quando me mandou o comentário.. daí eu percebi que tinha cometido um engano, e que você ainda tem blog.. um motivo de felicidade para todos.
Saudades, beijos.

Bel disse...

Lindo lindo lindo, aodrei essas palavras, e se me permite dizer, "eu te amo" =)

Bjs

Leonardo disse...

'Palavras não saem, as vezes, por medo de como as coisas podem mudar.Palavras não saem, as vezes, porque eu tenho medo de te amar.'

que lindo isso!
você escreve tão bem, haha.

Amanda G. Cardoso disse...

Uma simples palavra pode mesmo mudar tudo, mudar um mundo e fazer a gente amar novamente. Mas, temos que fazer nossa parte e deixar sempre nosso coração aberto e leve.
Lindo texto!
Parabéns!=)